Ator George Clooney, democrata, pede que Biden desista da reeleição: 'Ele não pode vencer a batalha contra o tempo'

  • 10/07/2024
(Foto: Reprodução)
Filiado ao Partido Conservador e amigo pessoal de Biden, Clooney disse ter constatado em encontro com o presidente que "ele é mesmo homem que vimos no debate" contra Donald Trump. A performance do presidente no enfrentamento gerou uma onda de pedidos para que ele desista da corrida à Casa Branca. O ator George Clooney (à esquerda) conversa com o presidente dos EUA, Joe Biden, em evento na Casa Branca em 2022. Manuel Balce Ceneta/ AP O ator de Hollywood George Clooney, um tradicional apoiador do presidente dos EUA, Joe Biden, e do Partido Democrata, pediu nesta quarta-feira (10) que Biden retire sua candidatura à reeleição. Em um artigo de opinião publicano no jornal "The New York Times", Clooney, que se disse amigo pessoal de Biden, afirmou ter se reunido com o presidente há três semanas e constatou que ele "era o mesmo homem que todos nós testemunhamos no debate" eleitoral contra Donald Trump, em junho. ✅ Clique aqui para seguir o canal de notícias internacionais do g1 no WhatsApp "É devastador dizer isso, mas o Joe Biden com quem eu estive há três semanas não é mais o grande nome que era em 2010. Ele não é nem mesmo o Biden de 2020. Ele é o mesmo homem que todos nós testemunhamos no debate", escreveu Clooney. "Nos quatro últimos anos, ele venceu várias batalhas que enfrentou. Mas a batalha que ele não pode vencer é contra o tempo. Nenhum de nós podemos". Clooney costuma participar de grande campanhas de arrecadação de fundos para o Partido Democrata. No início de julho, o ator participou de um luxuoso evento que reuniu cerca de US$ 30 milhões para o candidato democrata em Los Angeles, com a participação também da atriz Julia Roberts e do ex-presidente Barack Obama. engrossou a lista de personalidades que vêm pedindo para que o presidente dos EUA retire sua candidatura pelo Partido Democrata, o que abriria caminho para que a sigla nomeie outro candidato. A pressão para que Biden desista de concorrer começou depois do debate de 27 de junho —o primeiro do calendário eleitoral—, em razão do mau desempenho dele no confronto com Trump. Na ocasião, o presidente se mostrou confuso, hesitante e pouco reativo. Depois, admitiu não ter ido bem, mas vem insistindo que tem capacidade para seguir na disputa. Na semana passada, em uma dura carta a membros do Partido Democrata, ele pediu que seus correligionários deixem de pedir pela sua desistência e desafiou quem duvida dele a enfrentá-lo na convenção do Partido Democrata, em agosto, quando a sigla confirma oficialmente seu candidato à concorrer. A carta, no entanto, não freiou os pedidos de democratas pela sua desistência. Nesta quarta, a influente ex-presidente da Câmara dos Deputados dos EUA Nancy Pelosi, democrata e aliada de Joe Biden, sugeriu que Biden reconsidere a decisão de concorrer à reeleição presidencial.

FONTE: https://g1.globo.com/mundo/eleicoes-nos-eua/2024/noticia/2024/07/10/ator-george-clooney-apoiador-de-biden-pede-que-presidente-dos-eua-desista-da-reeleicao.ghtml


#Compartilhe

Aplicativos


Locutor no Ar

Peça Sua Música

Anunciantes